CURSOS TÁTICOS & CURSOS TÉCNICOS

  • Img

    Direitos Humanos Aplicados à Atividade Policial


    Um verdadeiro policial, ciente de seu valor social, será o primeiro interessado no “expurgo” dos maus profissionais, dos corruptos, dos torturadores, dos psicopatas. Sabe que o lugar deles não é a polícia, pois, além do dano social que causam, prejudicam o equilíbrio psicológico de todo o conjunto da corporação e inundam os meios de comunicação social com um marketing que denigre o esforço heróico de todos aqueles outros que cumprem corretamente sua espinhosa missão. Por esse motivo, não está disposto a conceder-lhes qualquer tipo de espaço”. Ricardo Brisolla Balestreri.


    Na citação de Balestreli, encontramos a síntese do que é preciso ser alterado em nossas mentes e nas nossas ações. O curso de Direitos Humanos Aplicados a Atividade Policial, tem por objetivo esclarecer aos operadores da segurança pública, o real papel das representações de Direitos Humanos, de forma que, aprendido, o policial não apenas interiorise os conceitos aplicáveis, mas também pelo seu papel pedagógico, seja um promotor dos Direitos Humanos perante as populações e seus pares, transformando comportamentos e atitudes. Nesse curso, o aluno vai aprender a história dos DH, e como através de sua luta transformou o mundo atual. Os benefícios do aprendizado ajudarão a romper o paradígma de que a defesa dos direitos mais essenciais das pessoas, independentemente da situação em que se encontram, vai contra a luta dos governos e das corporações, especialmente as ligadas à área da segurança pública.


    Direitos Humanos

    O aluno conhecerá os diferentes ciclos evolutivos que culminaram na formação de um estado autoritário e discriminatório, bem como conhecerá como se deu o surgimento de uma cultura que replica o tratamento desigual e injusto recebido do estado, e como, no Brasil moderno essas incorreções estão sendo tratadas. Vulnerabilidades e minorias também são tradadas de forma a esclarecer o policial acerca de aspectos como aceitação, tolerância e respeito a diversidade, assegurando a essas os mesmos direitos comum a todas as pessoas da sociedade. Noções de ética na atividade policial também fazem parte do currículo desse curso, levando o aluno a repensar seu papel enquanto defensor da ordonhecerá em e da lei, admitindo a incorporação de mais um papel social na ações cotidianas, o de pedagogo da cidadania, agindo e disseminando a promoção de direitos. O uso legítimo da força quando necessário será ressaltado, pois, não se constitui negação ou afronta à direitos, mas o abuso, a desproporção e a truculência serão ressaltados como exemplos de características a serem combatidas permanentemente.


    A resultante do aprimoramento desse conhecimento e sua aplicação é um maior reconhecimento da qualidade dos serviços prestados e um excelênte marketing institucional para projetar sua instituição. Aliado a isso, não se pode esquecer do resgate da auto-estima do policial, o qual, melhor entendido pela sociedade e mais aceito, se sentirá mais orgulhoso e motivado a executar suas atividades. É respeitando o outro que obtemos o respeito próprio.


    O curso tem carga horária de 16 horas, com avaliação, e é realizado por profissional devidamente qualificado em Direitos Humanos.

    Cadastrar Curso